ESPECIALIZAÇÃO

Leia artigos científicos sobre

NOVA PESQUISA

Limpeza dental

Tudo o que você precisa saber!

Dados chaves

A limpeza dental é recomendada para adultos de todas as idades e crianças acima de 6-7 anos.

A limpeza dental pode remover manchas de cigarro e corantes.

A visita periódica ao cirurgião-dentista pode reduzir em 69% a incidência de cárie nas crianças de 0 - 3 anos de idade (1).

Em um estudo, a prevalência da doença periodontal “moderada a grave” em brasileiros adultos foi de 15,3% e 5,8% para a condição grave (2).

Pacientes com gengivite ou periodontite devem fazer limpeza profissional regularmente.

O que é limpeza dental?

A limpeza dental ou profilaxia é um procedimento simples para remover tártaro, placa bacteriana e outras impurezas dos dentes usando ferramentas especiais. A limpeza dentária visa prevenir problemas de cárie, placa bacteriana e gengivite. A limpeza dental oferece uma sensação muito agradável de frescor, limpeza profunda, uma textura suave aos dentes e um sorriso mais branco. Lembre-se que este procedimento dentário não causa dor ou qualquer tipo de desconforto.

Andria Vicente Magri
Andria Vicente Magri - Cirurgiã-Dentista:

“Limpeza dental é a remoção profilática dos debris e de matéria acumulada na superfície dos dentes. Se não forem removidos, esses debris podem originar cáries e doença periodontal. De uma forma mais ampla, a limpeza profilática remove o que a escovação diária não consegue e é de extrema importância para manter a saúde bucal.”

Você pode pensar que a escovação diária, realizada pelos pacientes em casa, é suficiente para manter seus dentes saudáveis e efetivamente limpos, mas a verdade é que não é. Existem vários procedimentos dentários profissionais, tais como limpeza dental profunda e limpeza dental com ultrassom, que devem ser realizados regularmente para protegê-lo de doenças periodontais graves no futuro. Naturalmente, sua escovação diária com uso de enxaguante bucal é essencial para manter a limpeza dos tecidos bucais, dentes, gengivas, língua, e também manter um pH neutro.

Se sua saúde oral não for boa, as bactérias que estão em constante contato com a cavidade oral aderem-se aos dentes e partes da gengiva, causando cárie, doença periodontal ou gengivite e, se não tratada, pode causar perda óssea e de suporte dos dentes fazendo com eles tenham mobilidade. Se estas doenças não forem diagnosticadas a tempo, podem levar à perda total dos dentes a longo prazo.

Além disso, há o lado estético do resultado! A sugestão médica é que seus dentes sejam limpos profissionalmente a cada 6 meses. Se você fizer isso com frequência, poderá ter um sorriso mais branco, mais brilhante e com dentes saudáveis. Para os pacientes com doença periodontal, é recomendado limpeza profissional a cada 3 meses. Portanto, se você já se sentiu desconfortável ao sorrir, sente mal hálito mesmo escovando os dentes diariamente, sente sangramento gengival espontâneo e os dentes mais amarelados que o normal, a limpeza profissional é para você.

As 5 razões para ter seus dentes limpos profissionalmente:

Segundo a Dra. Andria Vicente Magri as razões para ter seus dentes limpos são as seguintes:

1

Remover as bactérias da boca que causam mau hálito.

2

Remover o cálculo dentário (tártaro) aderido aos dentes que provoca a queda dos dentes e dá a uma pessoa uma aparência pouco higiênica, com dentes amarelados.

3

Remover manchas dos dentes causadas por café, cigarro e vinho tinto.

4

Remover os microorganismos que causam gengivite e periodontite.

5

Ter uma boca saudável.

O passo a passo da limpeza dental (3)

Como é feita uma limpeza dental?

Abaixo mostramos cada fase de uma limpeza dental profissional (também conhecida como profilaxia):

Exame geral de saúde bucal

1. Exame geral de saúde bucal:

Seu dentista realizará uma avaliação de sua higiene oral. Isto é fundamental, pois o dentista será capaz de detectar quaisquer sinais de placa, tártaro, cavidades, gengivite e/ou periodontite que possam estar afetando você. Esta primeira etapa da limpeza dental é feita com um pequeno espelho redondo para examinar seus dentes e gengivas e para identificar também se há ou não inflamação

Limpeza dental com ultrassom

2. Limpeza dental com ultrassom

A profilaxia continua com o uso de um aparelho denominado ultrassom. Esse aparelho vibra quando em contato com a superfície dentária e libera jatos de água que auxiliam na limpeza e a evitar o superaquecimento dos dentes. Com as vibrações, há desprendimento e remoção do tártaro dentário e também a eliminação de certas pigmentações dos dentes.

Uso do fio dental

3. Uso do fio dental:

Após o processo de limpeza dentária com ultrassom, o dentista continuará a usar fio dental entre os dentes para garantir que nenhum resíduo externo seja deixado nas gengivas e nas superfícies laterais dos dentes para uma limpeza completa. Se o fio dental não for suficiente, o dentista pode usar escovas especiais para remover as impurezas dessas interseções (escovas interproximais).

Pasta profilática

4. Pasta profilática:

O dentista usará uma micro-escovinha no motor odontológico juntamente com uma pasta profilática que é mais abrasiva que a utilizada para escovação diária em casa. Esse processo ajuda na retirada de outras manchas e a dar um polimento prévio nas superfícies dentárias.

Jato de Bicarbonato

5. Jato de Bicarbonato

O jato de bicarbonato é usado quando as manchas localizadas nos dentes são extremamente teimosas e não são removidas através da técnica com pasta profilática. Neste caso, o cirurgião-dentista usará um motorzinho com bicarbonato de sódio para acabar com as manchas mais persistentes nos dentes

Aplicação de flúor dental

6. Aplicação de flúor dental

É importante restaurar os minerais no esmalte natural dos dentes, por isso o profissional de saúde bucal aplica flúor dental para "remineralizar" sua camada de esmalte. O flúor dentário tem um sabor doce, por isso é agradável. É importante ressaltar que após a aplicação de flúor, o paciente deve ficar 30-40 minutos sem ingerir água ou alimentos e sem escovar os dentes para garantir sua ação completa nas superfícies dentárias

Tipos de limpeza dental

Quais os tipos de limpeza dental profissional para cada tipo de paciente?

Pedro Henrique Mauro Batista
Pedro Henrique Mauro Batista - Cirurgião-dentista:

“Está indicado a raspagem subgengival para pacientes que apresentam profundidade de sondagem maior que 3 milímetros. Já para pacientes com profundidade de sondagem de até 3 milímetros está indicada a raspagem supragengival. Com relação ao uso concomitante de ultrassom, jato de bicarbonato e pasta profilática está indicado para pacientes que apresentam grande quantidade de cálculo e dificuldade de higienização.”

Existem diferentes tipos de limpeza dental e cada um tem seus próprios objetivos específicos:

Benefícios Frequência
Profilaxia dentária - supragengival
  • Remoção da placa bacteriana e do tártaro que se acumula nos dentes
  • Os dentes são polidos com a ajuda de uma pasta profilática e do jato de bicarbonato, se necessário.
De 6 em 6 meses.
Limpeza Dental Profunda - Subgengival
  • É recomendado quando se diagnostica uma doença periodontal.
  • Ela remove o tártaro que se acumula entre o dente a gengiva e geralmente é feito manualmente, com uso de instrumentos especiais. Esse procedimento é denominado raspagem dentária.
Geralmente de 3 em 3 meses mas pode variar cada caso.
Escovação diária
  • Realizada pelo paciente em casa.
  • Eliminar os resíduos alimentares ingeridos diariamente.
  • Remover a placa bacteriana que ataca o esmalte dos dentes
  • Promover um hálito fresco
  • Proteger os dentes contra doenças periodontais.
  • Manter o pH da boca.
Recomenda-se a escovação dentária 2 a 3 vezes ao dia. Deve ser acompanhado do uso de fio dental e enxaguante bucal.
Cirurgia periodontal
  • Remover a infecção abaixo das gengivas devido à saúde bucal precária.
  • Remove o acúmulo profundo de tártaro nos dentes.
Somente em casos extremos onde a limpeza profunda não remove o tártaro e a placa está causando grandes danos à saúde bucal como a perda óssea do suporte dentário.

Limpeza dentária antes e depois

Antes de uma limpeza dental não há muito que se possa ou deva fazer, pois é um procedimento rotineiro, não-invasivo e indolor. No entanto, há algumas coisas que você pode fazer APÓS a limpeza dental para manter seus efeitos por mais tempo

O que fazer?

  • Escove seus dentes 3 vezes ao dia para remover a placa bacteriana e os restos de alimentos e proteger o esmalte dos dentes.
  • Dependendo de como suas gengivas estiverem, é recomendado que durante 3-7 dias utilize um solução oral com clorexidina 0,12% para tratar a inflamação das gengivas.
  • Acompanhar a escovação dos dentes com fio dental 2-3 vezes ao dia.
  • Depois de escovar os dentes, use enxaguante bucal.
  • É recomendado evitar água logo após a aplicação de flúor pois ela vai diluir e diminuir a eficácia da aplicação. Depois do prazo recomendado, beba muita água durante todo o dia.
  • Após comer alimentos ou bebidas ácidas, não escovar os dentes imediatamente, pois o esmalte dos dentes é enfraquecido por esses alimentos e a escovação pode agravar o enfraquecimento.

O que não fazer?

  • Não escova os dentes agressivamente. Uma escovação muito dura pode causar inflamação ou sangramento nas gengivas e até a perda de estrutura dentária com o tempo.
  • Não deixe de usar fio dental. Ele remove os debris entre os dentes. Se não removidos, esses debris podem causar cáries e doença periodontal, além de causar escurecimento ao redor dos dentes.
  • Não escove seus dentes por menos de 1-2 minutos.
  • Nunca vá para a cama sem escovar os dentes. Durante o sono, a saliva fica mais fina, e por pelo menos 8 horas de sono, as bactérias agirão na boca.

Rotina de limpeza dentária

Você já teve seus dentes limpos, mas agora você quer que os resultados durem o máximo de tempo possível… Há várias maneiras de fazer isso!

Escova seus dentes

Escova seus dentes depois das refeições e antes de dormir.

Você deve escovar seus dentes pelo menos 2-3 vezes ao dia, inclusive todas as noites antes de ir para a cama. É importante não dormir com os germes que se acumulam durante o dia em seus dentes e gengivas, nem com as partículas de alimentos que você ingere.

Faça certo

Faça certo

Quando dizemos escovar os dentes, escove-os corretamente. Faça movimentos rotatórios e no sentido da gengiva para os dentes por pelo menos 1-2 minutos, limpando cada área de sua boca. Você pode priorizar o uso de uma escova de dentes elétrica que o ajudará ainda mais.

Em seguida, utilize escovas interdentais ou fio dental e remova quaisquer restos de alimentos deixados entre seus dentes.

Por fim, enxágue bem a boca com um enxaguante bucal suave. Há disponíveis enxaguantes bucais sem álcool, que ajudam a dar refrescância sem arder a boca. É claro que, após escovar os dentes à noite, não coma nada novamente, caso contrário, o resíduo permanecerá em seus dentes até de manhã.

Não negligencie sua língua

Não negligencie sua língua

Não esqueça de escovar a língua! A língua é um dos tecidos que mais acumula bactérias devido a sua superfície rugosa. Ela deve ser escovada em todas as escovações realizadas no dia.

Não negligencie sua língua

Melhore sua dieta

Tente evitar comer açúcar (ele está escondido em muitos alimentos) e também alimentos ácidos. O açúcar é conhecido por alimentar germes e bactérias, por isso, quanto mais tempo permanece na área da boca, mais danos causa. Escolha frutas e vegetais sazonais, o que também melhora sua pele, humor e traz muitos outros benefícios.

Fazer uma limpeza em consultório a cada 6 meses.

Este é provavelmente o passo mais importante de todos. Não importa o quanto você tente, a placa não pode ser removida de outra forma a não ser com as ferramentas do dentista. Entretanto, se você seguir as etapas e dicas, poderá garantir uma melhor saúde dental e reduzir o acúmulo de placa bacteriana.

Branqueamento dental

Branqueamento dental

Combinar a limpeza dental com o clareamento dental. O clareamento dos dentes dará a seus dentes um efeito ainda mais brilhante. Você pode fazer o tratamento caseiro, de consultório ou o combinado e você conseguirá um sorriso dos sonhos.

Esse tratamento não serve para todos os casos e o dentista é o profissional mais indicado a verificar a possibilidade de combinar o clareamento dental à limpeza dental.

Limpeza dentária para crianças (4)

¿Sabías que?

Você sabia que...

Cerca de 1,6 milhões de crianças até os 12 anos de idade apresentam cáries no Brasil? Crianças de 18 a 36 meses já têm em média um dente cariado, sendo que no Sudeste, a ocorrência de cárie nesta faixa etária varia entre 31% e 39% (1).

Se você é pai, mãe, ou responsável por uma criança, é muito importante que você tenha em mente certas recomendações para cuidar da saúde oral. Ir ao dentista pode ser traumático para muitas crianças, pois elas podem ter visto desenhos animados ou filmes que escandalizam o processo e as fazem sentir medo. Por esta razão, aqui está um guia passo a passo sobre como proteger a saúde oral de seus filhos:

O que os pais podem fazer para prevenir cáries nas crianças?

Pedro Henrique Mauro Batista
Pedro Henrique Mauro Batista - Cirurgião-dentista:

“Utilizar creme dental com flúor. Muitos dos cremes dentais infantis não tem flúor em sua formulação, mas esse componente é fundamental para diminuir o risco de cáries e não deve ser negligenciado. Procure por pastas que informem uma concentração de pelo menos 1100 ppm de flúor.”

Além do que o dentista Dr. Pedro Henrique indicou, trazemos outras dicas sobre como proteger a saúde oral das crianças:

  • É recomendável que você leve seu pequeno para a primeira visita dentária quando aparecer o primeiro dente de leite. Porém, algumas primeiras visitas odontológicas podem esperar até os 3 anos de idade, quando todos os dentes de leite já estiverem aparecendo.
  • O dentista examinará a boca da criança a fim de diagnosticar cáries ou quaisquer anormalidades na posição dos dentes
  • Tenha em mente que é recomendado que a primeira limpeza dental seja feita quando seu filho tiver 6-7 anos de idade. Mais ou menos no período que começa a troca dos dentes de leite pelos permanentes.
  • Quando a criança é muito jovem, o dentista ou odontopediatra usa uma escova elétrica para limpar a área. Quando a criança for mais velha (5 a 7 anos), o dentista pode realizar limpeza com ultrassom para ajudar a remover a placa bacteriana e desprender o tártaro de todos os dentes.
  • Durante uma limpeza dental em crianças, o dentista procurará remover a placa bacteriana e o tártaro que se acumula especialmente nos dentes incisivos inferiores, especialmente em crianças entre 6 e 7 anos de idade

Atenção! Os primeiros molares permanentes erupcionam com cerca de 6 anos de idade, sem que nenhum dente de leite tenha caído na região. Isso ocorre porque com o desenvolvimento da criança, a boca aumenta de tamanho, criando espaço para que outros dentes erupcionem atrás dos de leite. É importante escová-los bem quando erupcionarem.

  • A principal condição que você deseja prevenir é a cárie dentária. Para evitar cáries, você pode ajudar a limitar a quantidade de doces que seu pequeno consome, já que o açúcar é o principal vilão das cáries dentárias e outras condições bucais.
  • O especialista encarregado da limpeza dentária em crianças é o dentista ou o odontopediatra.

Como motivar as crianças a escovarem os dentes?

Pedro Henrique Mauro Batista
Pedro Henrique Mauro Batista - Cirurgião-dentista:

“Associar alguma atividade que a criança goste logo após a escovação pode ser uma forma interessante de formar o hábito. Deixe a criança assistir um desenho que ela goste logo após a escovação, isso irá gerar um reforço positivo para a atividade de escovar os dentes.”

Preço da limpeza dentária

O dentista é o profissional de saúde mais capacitado e recomendado para realizar a limpeza dental. O custo deste procedimento, naturalmente, depende do especialista que você escolher e dos tipos de limpeza e frequência necessária

cost icon

Custos aproximados de uma limpeza dentária supragengival: De R$200 a R$500 reais

Custos aproximados de uma limpeza dentária subgengival: De R$300 a R$600 reais

Mitos e verdades sobre a limpeza dos dentes

Mito #1

Uma limpeza dentária por ano é suficiente

A verdade

Vários especialistas recomendam que você tenha seus dentes limpos pelo menos duas vezes ao ano. Se você tem uma condição pré-existente, como a periodontite, pode ser necessário fazer mais limpezas por ano. Lembre-se de que este procedimento deve ser complementado por uma boa higiene oral em casa.

Mito #2

Vou ficar sentado por horas na cadeira odontológica para a limpeza dental

A verdade

Isto não é verdade. Uma sessão de limpeza dental dura, em média, 30 minutos. Se você tem uma condição periodontal ou doença que está afetando seus dentes, seu especialista pode dividir por sessões a limpeza, para garantir a remoção completa do tártaro e manchas.

Mito #3

Se eu uso aparelho ortodôntico, não posso ter meus dentes limpos

A verdade

Durante seu tratamento ortodôntico é quando você deve estar mais atento à sua higiene oral e não se esqueça de agendar sua limpeza dentária com ainda mais frequência. É comum que restos de alimentos fiquem entre seus braquetes, o que pode afetar a saúde de seus dentes e gengivas. O ortodontista pode remover o fio para que a limpeza seja executada e colocá-lo de volta no mesmo dia. Além do mais, é importante salientar que, mesmo com aparelho ortodôntico é crucial o uso de fio dental, que pode ser utilizado com um “passa-fio” o qual auxilia a passar o fio dental mesmo com o fio ortodôntico e os braquetes.

Mito #4

Tudo bem se eu não tiver meus dentes limpos

A verdade

Não ter seus dentes limpos pode ter sérias consequências. A placa bacteriana e o tártaro nos dentes aumentarão. Estas duas podem afetar suas gengivas e levar à periodontite ou, em casos mais graves, à perda do dente. Cosmeticamente, seus dentes podem ficar amarelados e com má aparência.

Mito #5

A limpeza dentária é dolorosa

A verdade

De forma alguma, este procedimento é feito com o máximo cuidado para evitar qualquer desconforto. A limpeza dos dentes é um procedimento indolor. Instrumentos especiais são usados para trabalhar rápido e de maneira eficaz em seus dentes para que eles não sejam danificados. As únicas razões que podem causar desconforto são se você tiver dentes altamente sensíveis, gengivas inchadas ou ter sido submetido recentemente a um tratamento cosmético. Você deve informar seu especialista antes de sua consulta de limpeza dentária

Perguntas frequentes sobre a limpeza dental

O que é removido em uma limpeza dental?

Em uma profilaxia (limpeza dental), o objetivo é remover o tártaro e a placa bacteriana que se acumula e adere aos dentes. Este procedimento ajuda a prevenir cáries, gengivites ou, em casos mais graves, periodontites.

Quantas vezes ao ano você deve fazer limpeza dental?

O recomendado é, no mínimo, fazer duas limpezas dentárias com um especialista anualmente. Se você tiver doença gengival, tratamento ortodôntico ou outra condição pré-existente, pode ser necessário ter seus dentes limpos a cada três meses, de acordo com a indicação do seu dentista.

A limpeza dental dói?

Não é um procedimento doloroso, pois ferramentas especiais são usadas para escovar e limpar profundamente seus dentes. Caso você tenha acúmulo de tártaro, ele terá que ser removido com muito cuidado para evitar qualquer dano às suas gengivas. Você pode achar desconfortável a sensação dos instrumentos que trabalham em seus dentes, mas eles não causam dor. É precisamente por isso que a anestesia não é necessária para este procedimento. Porém, em alguns casos específicos, o cirurgião dentista pode utilizá-la

Quais são as consequências de não ter seus dentes limpos?

As conseqüências são muito variadas, mas podemos destacar algumas delas:

  • Cavidades dentárias (cáries)
  • Gengivas doloridas ou sangramento gengival
  • Desconforto ao mastigar
  • Sensibilidade dentária
  • Perda de dentes
  • Gingivite
  • Periodontite
  • Mau hálito
As crianças também devem fazer limpeza dentária?

Recomenda-se que a primeira visita de uma criança ao dentista seja de 6 meses a 1 ano de idade, principalmente para evitar o aparecimento de cárie ou qualquer anomalia na posição de seus dentes. O especialista encarregado da limpeza dentária em crianças é o odontopediatra e é recomendado que o primeiro procedimento de limpeza seja realizado entre 6-7 anos de idade

Pedro Henrique Mauro Batista
Pedro Henrique Mauro Batista - Cirurgião-dentista:

“É importante salientar que o período da troca dos dentes de leite pelos permanentes é uma fase crítica e que necessita de uma atenção extra em relação a escovação e limpeza completa dos dentes.”

Posso fazer limpeza dental durante a gravidez?

Seu dentista é o profissional indicado para aconselhá-lo sobre isso. No entanto, a saúde dental é muito importante e a gravidez pode tornar seus dentes mais suscetíveis a doenças periodontais.

Pedro Henrique Mauro Batista
Pedro Henrique Mauro Batista - Cirurgião-dentista:

“É recomendado evitar tratamentos dentários invasivos durante o primeiro trimestre de gestação. Após esse período, é recomendado que as mulheres grávidas façam um acompanhamento com o dentista por estarem mais susceptíveis a desenvolverem doença periodontal.”

Qual é o erro mais comum que o paciente comete depois de ter seus dentes limpos?

O erro mais comum de todos é que as pessoas acreditam que não precisam fazer mais nada para manter o resultado após o procedimento. Além disso, eles negligenciam repetir o procedimento duas vezes por ano. A limpeza deve ser feita a cada 6 meses e depois é necessário um esforço pessoal para prolongar os resultados

Por que fazer uma limpeza dentária?(5)

A limpeza dental regular oferece benefícios não apenas para a saúde dos dentes, mas também para todo o corpo. Durante este tipo de consulta, o dentista tem a possibilidade de verificar outras doenças no corpo que podem se manifestar através de sinais na boca. Por exemplo, algumas doenças sistêmicas, tais como diabetes ou lúpus, algumas condições no nariz e na garganta, alguns distúrbios metabólicos, refluxo ácido estomacal, entre outros, podem dar sinais a nível oral. Seu dentista pode então encaminhá-lo a outras especialidades para testes adicionais.

Nota: o termo "médico" é usado por fins de brevidade e objetiva incluir todos os profissionais da saúde.
Referências

1. Brasil tem 1,6 milhão de crianças com dentes cariados aos 12 anos . Retrieved April 1, 2022, from , https://blog.suryadental.com.br/brasil-tem-16-milhao-de-criancas-com-dentes-cariados-aos-12-anos

2. Desigualdades sociais e doença periodontal no estudo SBBrasil . Retrieved April 1, 2022, from , https://www.scielo.br/j/rsp/a/fBP7RGTf8KrGFh8DY58xrKM/?lang=pt&format=pdf

3. Ungar, D. (2016). Dental cleaning apparatus, US Patent App. 14 / 881,612.

4. Guerrero-Reynoso, V., Godinez, A., & Melchor, C. (2009). Epidemiología de caries dental y factores de riesgo asociados a la dentición primaria en preescolares. Revista ADM, Órgano Oficial de la Asociación Dental Mexicana, 65(3), 10-20

5. Veliz E, Vergara T, Pearcy M, Dabanch J. 'Importance of cleaning and disinfection of critical surfaces in dental health services. Impact of an intervention program ', Rev Chilena Infectol. 2018; 35 (1): 88-90

Essa página não contém orientações médicas.
Esta página não contém conteúdo promocional ou anúncios. Leia a política de anúncios aqui.

Este documento é confiável e fundamentado cientificamente. É baseado em estudos médicos oficiais e editado por profissionais de saúde qualificados , mostrando informações objetivas no diagnóstico e tratamento de doenças. Também, inclui referências. Se você é um profissional de saúde e encontrou algum erro ou omissão de informação, contate-nos pelo [email protected]

Obrigado

A sua avaliação pode ajudar muitas pessoas.

Junte-se ao doctoranytime sem custo clicando aqui.

Algo deu errado

Tentar novamente mais tarde

Sua avaliação foi submetida.

Como podemos melhorar?